InfoJoia

RSS

Acompanhe os conteúdos publicados no InfoJoia por RSS.

Todo o conteúdo do Infojoia – link do RSS

LEIA TAMBÉM
TAGS
  • Entrevista
  • Dionísio Gava Júnior
  • Polo Joalheiro
  • Joia Folheada
  • Limeira
  • PUBLICIDADE
    PUBLICIDADE
    PUBLICIDADE
        NEWSLETTER



       FORNECEDORES

    Cadastre sua empresa:

    77 empresas cadastradas e aumentando ...
    • Aumentar fonte
    • Tamanho normal da fonte
    • Diminuir fonte
    Mercado
    01/01/13

    Dionísio José Gava Junior

    O Diretor Regional do SINDIJOIAS em Limeira (SP), proprietário da Iarte e sócio da Aliança Shopping de Brutos, é também presidente do IDELI – Instituto de Desenvolvimento de Limeira e do Centro de Promoção Social da Prefeitura


    Da Redação

    Durante a última reunião do Conselho de Administração do IBGM no dia 24 de setembro em Gramado (RS), Dionísio apresentou um panorama do setor de joias folheadas, segmento que vem recebendo atenção especial do IBGM.
    Após a apresentação em Gramado, Dionísio falou ao Portal InfoJoia sobre as ações que está empreendendo pelo setor de joias folheadas no APL de Limeira: 

    InfoJoia: Por favor, fale um pouco sobre o Arranjo Produtivo da “capital do folheado”, como é conhecida a cidade de Limeira, SP
    José Dionísio Gava Júnior: O APL de joias folheadas de Limeira é formado por 456 empresas. Juntas, respondemos por 60% de toda a produção nacional de joias folheadas, segundo números da FIESP. Os fabricantes limeirenses exportam para países da América Latina, América do Norte, África e Europa.

    Quais são seus projetos à frente da Diretoria Regional do SINDIJOIAS em Limeira, e qual o foco estratégico das ações? 
    Queremos trabalhar com missões, feiras e eventos, desenvolver um caderno de tendências e realizar estudos sobre o setor. Vamos desenvolver ações coletivas, pensando globalmente e agindo localmente, focando no fortalecimento da imagem do produto e na otimização de recursos e conhecimentos, abordando questões cruciais sobre como reagir aos países concorrentes, desenvolvendo ainda mais o design como ferramenta estratégica e de ganho de competitividade.

    Como está a imagem do produto joia folheada, atualmente? 
    Já há algum tempo os acessórios vêm conquistando seu espaço no cenário da moda mundial. Se fizermos uma breve retrospectiva, podemos notar com clareza que em meados da década passada sequer se ouvia falar em folheados e bijus no mundo da moda.

    Alguma ação focada no mercado externo?
    Vamos contribuir na operacionalização da Instrução Normativa SRF 346/2003 que dispõe sobre exportação em consignação, bem como a facilitação para o retorno ao país. 

    E para o mercado nacional?
    Criar uma Comissão Nacional de Joias Folheadas e Bijuterias, integrando os APLs de Limeira (SP), Guaporé (RS), Juazeiro do Norte (CE), Goiânia (GO), São Paulo (SP) e Belo Horizonte (MG), além de Pará e Rio de Janeiro, que deverão interagir com os agentes de desenvolvimento e fomento: SEBRAE, IBGM, SINDIJOIAS, FIESP e os governos Federal e estaduais. 

    Como está caminhando o projeto de indicação geográfica para folheado de Limeira?
    A proposta foi apresentada em Limeira as principais lideranças institucionais e empresárias, sendo avaliada como um eficaz instrumento de fortalecimento a imagem do setor.

    Como tem sido a receptividade dos empresários de Limeira à nova norma técnica sobre joias folheadas?
    A norma desenvolvida aponta um diferencial para os produtos e os empresários referendam o feito como um marco de qualificação para o APL.


    ÚLTIMAS ENTREVISTAS DE Mercado
    21/11/13

    “Quem exporta é rei”

    Entrevista com Raymundo Vianna, presidente do SINDIJOIAS de Minas Gerais

    01/01/13

    José Ignácio Franco

    Presidente da ANORO, fala sobre a oscilação na cotação do ouro e sobre as alterações propostas ao Estatuto dos Garimpeiros

    Mercado
    COMENTÁRIOS