InfoJoia

RSS

Acompanhe os conteúdos publicados no InfoJoia por RSS.

Todo o conteúdo do Infojoia – link do RSS

LEIA TAMBÉM
TAGS
  • Serra pelada
  • mina
  • ouro
  • polêmica
  • mercado


  • PUBLICIDADE
    PUBLICIDADE
    PUBLICIDADE
        NEWSLETTER



       FORNECEDORES

    Cadastre sua empresa:

    76 empresas cadastradas e aumentando ...
    • Aumentar fonte
    • Tamanho normal da fonte
    • Diminuir fonte
    Mercado
    12/11/13

    Serra Pelada

    Um marco divisório na história do mercado de ouro no Brasil


    Écio Morais

    Foto: Breno dos Santos

    Estreou recentemente nos cinemas brasileiros o filme “Serra Pelada”. Presente no inconsciente coletivo do povo brasileiro, a imensa mina a céu aberto significou um marco divisório no mercado de ouro brasileiro. Podemos afirmar que com o surgimento de Serra Pelada, o Brasil assistiu a um segundo ciclo do ouro, dado o enorme potencial de produção da jazida encontrada, ao grau de pureza do metal, ao impacto social da visão dantesca de milhares de homens garimpando em um buraco a céu aberto e, principalmente às conseqüências da descoberta para a economia brasileira.

    No Brasil ainda é comum associar o mercado de ouro as atividades predatórias como o garimpo ilegal, o contrabando, a poluição ambiental e até mesmo a invasão de reservas indígenas. Esta imagem já não condiz com a realidade do setor primário de ouro no Brasil. Hoje mais de 90% da produção brasileira de 65 toneladas de ouro por ano encontra-se regularmente registrada e produzida através de grandes mineradoras. Em 1980, ano da descoberta de Serra Pelada, ao contrário, 60% da produção nacional encontrava-se na ilegalidade.

     

    Fotos: Sebastião Salgado

     Trata-se de uma longa e interessantíssima história que iremos abordar em vários artigos a serem publicados no INFOJOIA nos próximos dias. O garimpo de Serra Pelada estava localizado dentro do Complexo Carajás de propriedade da Cia. Vale do Rio Doce, uma empresa estatal do setor de mineração. Com a descoberta do ouro em janeiro de 1980, a área foi invadida por milhares de garimpeiros vindos de todas as regiões do país.

    Foto: Breno dos Santos

    Procurando retomar o controle sobre a situação e sobre o metal extraído, o governo federal determinou que o exército ocupasse o local e assumiu, através da Caixa Econômica Federal, a condição de comprador oficial do ouro produzido no garimpo.

    Naquele momento, o interesse das autoridades em Serra Pelada não era apenas regularizar as condições de produção e comercialização do ouro no garimpo. O objetivo maior era adquirir o metal, um ativo de liquidez internacional, transformá-lo em moeda forte, dólar americano, e tentar financiar, ainda que temporariamente, o enorme défict externo brasileiro, causado pela alta explosiva dos juros internacionais e pelo segundo choque nos preços do petróleo. O Brasil estava literalmente quebrado e o ouro de Serra Pelada iria nos ajudar a sair do buraco.

    Foto: Breno dos Santos


    ÚLTIMAS NOTÍCIAS DE Mercado
    18/12/14

    Troféu “O Esquilibrista” 2014

    Oscar do setor consagra secretário de Desenvolvimento Econômico, Julio Bueno

    12/12/14

    SEBRAE-RJ ganha mais representatividade feminina

    Pela primeira vez, duas mulheres ocupam os cargos mais altos da instituição

    + Mercado
    COMENTÁRIOS