InfoJoia

RSS

Acompanhe os conteúdos publicados no InfoJoia por RSS.

Todo o conteúdo do Infojoia – link do RSS

LEIA TAMBÉM
TAGS
  • Código de Conduta
  • IBGM
  • setor joalheiro
  • ética
  • formulação
  • Programa Sou Formal
  • Sou Legal


  • PUBLICIDADE
    PUBLICIDADE
    PUBLICIDADE
        NEWSLETTER



       FORNECEDORES

    Cadastre sua empresa:

    77 empresas cadastradas e aumentando ...
    • Aumentar fonte
    • Tamanho normal da fonte
    • Diminuir fonte
    Mercado
    20/03/17

    Código de Conduta

    Setor joalheiro está preparado para pactuar esse compromisso?


    por Ecio Morais

    IBGM inicia agenda de trabalho para a formulação de minuta básica de Ética Setorial, no âmbito do Programa Sou Formal, Sou Legal

    Vários setores, categorias profissionais e empresas possuem um Código de Conduta que balizam o comportamento ético de seus signatários. E, por coincidência ou não, sabemos que a profissão “joalheiro” sempre esteve associada a certos atributos como confiança e credibilidade. Seria natural, portanto, que o setor contasse com um documento que estabelecesse a ética concorrencial e um acordo de convivência e respeito a regras básicas de conduta: conformidade do teor de ouro contido na liga e declarado ao cliente, especificação das características e qualidade da gema cravada na peça, exigências formais de tributação e de conformidade à legislação trabalhista e propriedade intelectual vinculada ao design. 

    A duras penas, o Brasil está aprendendo que o fator subjacente ao êxito ou fracasso de uma nação são as instituições e não a política, a geografia ou a cultura. Sendo assim, precisamos caminhar, convictamente, em direção à construção e/ou fortalecimento de nossas instituições, sendo elas inclusivas, impessoais, transparentes e estáveis. Logo, a formulação de um Código de Conduta para setor seria um passo da maior importância.

    Em sua última reunião datada de 17 de fevereiro, o Conselho de Administração do IBGM, em uma decisão corajosa e unânime de seus membros, autorizou a Diretoria Executiva do Instituto a pesquisar sobre as experiências internacionais sobre o tema e a propor uma agenda de trabalho para a formulação de um Código de Ética que oriente o setor na adoção das boas práticas de governança.

    O trabalho de coleta de dados e temas relevantes já foram iniciados, no âmbito do Programa Sou Formal, Sou Legal. Para nossa surpresa, ao pesquisarmos as experiências de outras associações de joalheiros ao redor do mundo, descobrimos que boa parte delas possuem os seus Códigos de Ética e Conduta Setorial. O Brasil vivencia um momento extremamente propício para participar desse esforço internacional de boa governança no setor joalheiro. Será que estamos preparados para pactuar um compromisso desta natureza?


    ÚLTIMAS NOTÍCIAS DE Mercado
    20/07/17

    Precious Brazil

    IBGM e Apex-Brasil apresentam o novo Posicionamento Estratégico das Gemas Brasileiras no Exterior

    19/06/17

    Para o alto e avante

    Mesmo com crise, mercado de luxo movimenta R$ 3,3 trilhões no mundo

    + Mercado
    COMENTÁRIOS