InfoJoia

RSS

Acompanhe os conteúdos publicados no InfoJoia por RSS.

Todo o conteúdo do Infojoia – link do RSS

LEIA TAMBÉM
TAGS
  • Informalidade
  • escândalo
  • repercussão nacional
  • empresas
  • setor joalheiro


  • PUBLICIDADE
    PUBLICIDADE
    PUBLICIDADE
        NEWSLETTER



       FORNECEDORES

    Cadastre sua empresa:

    77 empresas cadastradas e aumentando ...
    • Aumentar fonte
    • Tamanho normal da fonte
    • Diminuir fonte
    Mercado
    11/04/17

    Chega de Informalidade

    Um escândalo de repercussão nacional não afeta apenas as empresas investigadas, mas também a imagem de todo o setor


    por Ecio Morais

     

    Na edição dessa semana do Boletim Semanal do IBGM está reproduzida uma matéria do jornal Extra relatando a apreensão, em uma “blitz” de rotina, de mais de R$ 10 milhões em joias sem cobertura fiscal, pela Polícia Rodoviária Federal, no Rio de Janeiro. A notícia repercutiu negativamente em um contexto já bastante desfavorável ao setor joalheiro manchado pelo escândalo do governo Sergio Cabral, no Estado do Rio.

    Nessa mesma edição, circula também uma matéria publicada na revista Isto é Dinheiro, tratando do referido caso envolvendo as joalherias no Rio. É uma ilusão imaginarmos que esses fatos estejam circunscritos ou afetem apenas as empresas investigadas. Estas questões comprometem a imagem do ramo como um todo. A profissão de “joalheiro” sempre esteve associada a certos atributos como confiança e credibilidade. As pessoas relutam em adquirir uma joia de algum desconhecido ou de alguém sem alguma tradição no mercado. Quando um deslize acontece com uma empresa, todo o setor fica maculado e reforça a percepção de que está associado à lavagem de dinheiro, conflitos em regiões de mineração e baixa transparência em suas operações.

    Passou da hora de tentarmos virar esse jogo. As empresas que almejam trabalhar em um ramo mais profissional, sustentável e digno, inclusive aquelas que se envolveram em eventuais atos ilícitos e desejam se redimir, precisam se unir em torno de suas associações de classe e formular uma estratégia de superação dos conhecidos dilemas que nos afligem.

    O IBGM está comprometido com essa causa e empenhado a ser um vetor de divulgação e indução de um novo modo de trabalhar do setor. Para tanto, o Instituto está disposto a utilizar seu capital político, sua rede relacionamento com os órgãos de governo e seus principais eventos (como a FENINJER) para desenvolver um planejamento com ações de curto, médio e longo prazos que ofereça uma nova perspectiva e horizonte para o setor joalheiro no Brasil.

    Um projeto dessa natureza deverá atuar em várias frentes como garantia de conformidade (teor) dos produtos oferecidos, estímulo à formalização de profissionais que ainda atuam sem os devidos registros legais e combate ao contrabando e ao descaminho.

    Não temos a ilusão, no entanto, que um desafio dessa natureza possa ser superado apenas com o comprometimento e a vontade do IBGM e mais algumas associações estaduais. Será preciso o engajamento de uma grande parte das empresas que acreditam que é possível mudar, que é possível trabalhar direito, que é possível prosperar de forma profissional e regular. O momento de crise também é uma oportunidade de transformação. É hora de partimos para um projeto de mudança de mentalidade e de cultura no ramo. Chega de informalidade!


    ÚLTIMAS NOTÍCIAS DE Mercado
    20/07/17

    Precious Brazil

    IBGM e Apex-Brasil apresentam o novo Posicionamento Estratégico das Gemas Brasileiras no Exterior

    19/06/17

    Para o alto e avante

    Mesmo com crise, mercado de luxo movimenta R$ 3,3 trilhões no mundo

    + Mercado
    COMENTÁRIOS