InfoJoia

RSS

Acompanhe os conteúdos publicados no InfoJoia por RSS.

Todo o conteúdo do Infojoia – link do RSS

LEIA TAMBÉM
TAGS
  • Associação de Classe
  • papel
  • importância
  • setor joalheiro
  • IBGM
  • entidade
  • trabalho


  • PUBLICIDADE
    PUBLICIDADE
    PUBLICIDADE
        NEWSLETTER



       FORNECEDORES

    Cadastre sua empresa:

    77 empresas cadastradas e aumentando ...
    • Aumentar fonte
    • Tamanho normal da fonte
    • Diminuir fonte
    Gestão
    11/05/17

    Para que serve uma Associação de Classe?

    Entidade exerce papel fundamental em prol do setor joalheiro


    Por Ecio Morais

    O papel e as fontes de financiamento das associações de classe e dos sindicatos ganharam as primeiras páginas dos jornais nos últimos dias. O debate foi motivado pela proposta de se acabar com o imposto sindical no âmbito da reforma trabalhista em trâmite no Congresso Nacional. No contexto mais doméstico, o empresariado da indústria de joias, gemas e bijuterias assiste a uma ruidosa disputa pelo controle de uma entidade de representação patronal do setor joalheiro em São Paulo.

    Em meio ao stress gerado pelo debate, cabe nos perguntar: para que serve uma associação de classe? Herdeiras das poderosas corporações de oficio medievais, as associações de classe, assim como no passado, existem para defender os interesses de seus associados ou, em uma abordagem mais abrangente, de um setor como um todo.

    Cada segmento empresarial ou de trabalhadores, possui características e problemas específicos a serem enfrentados. No universo joalheiro, por exemplo, é de amplo conhecimento a sensibilidade do setor à carga tributaria, os riscos de segurança inerentes ao negócio, os estragos causados pela contrafação, pela cópia e pelo contrabando, as restrições dos órgãos ambientais às atividades de mineração de ouro e gemas, a atração oferecida pelo produto nas operações de lavagem de dinheiro, etc. Todas essas questões são melhor equacionadas e enfrentadas de forma coletiva, a partir de dados e análises estatísticas produzidas com profissionalismo e encaminhadas de forma organizada. Todos esses assuntos podem e devem ser debatidos no âmbito de uma associação de classe.

    Na maioria das vezes, os fatos falam por si. No caso do IBGM, por exemplo, sua história se confunde com a história recente do setor joalheiro no Brasil e, ouso a dizer, com o que tem de melhor nessa história. São inúmeros os projetos que beneficiaram centenas de empresas ao longo dos anos, como os projetos de exportação, o Documento Especial de Exportação que desburocratizou as atividades de comércio exterior, o trabalho para redução de impostos como o IPI, a adequação de impostos nos Estados da federação, as feiras no mercado interno como a tradicional FENINJER, as centenas de programas de treinamento e capacitação, a oferta de serviços essenciais ao setor como o Laboratório Gemológico e a Bolsa de Empregos, dentre outros.

    Militar em uma associação de classe não é tarefa fácil. Existe muita desinformação, intrigas políticas e, muitas vezes, falta de apoio a projetos essenciais. No entanto, esses são os “ossos do ofício”. O que importa, na verdade, é ter foco, visão de futuro e não deixar os interesses individuais se sobreporem ao interesse maior da categoria.


    ÚLTIMAS NOTÍCIAS DE Gestão
    31/08/17

    Industrialização por Encomenda e os seus benefícios

    Nova edição da cartilha traz informações atualizadas e está disponível para download

    18/07/17

    10 Motivos para acreditar...

    Minha lista é sobre o Brasil, mas o desafio é para você listar as razões que o fazem continuar acreditando na sua empresa

    + Gestão
    COMENTÁRIOS