InfoJoia

RSS

Acompanhe os conteúdos publicados no InfoJoia por RSS.

Todo o conteúdo do Infojoia – link do RSS

LEIA TAMBÉM
TAGS
  • LIMPE
  • princípios
  • administração
  • Constituição da República
  • livrinho
  • legalidade
  • impessoalidade
  • moralidade
  • publicidade
  • eficiência


  • PUBLICIDADE
    PUBLICIDADE
    PUBLICIDADE
        NEWSLETTER



       FORNECEDORES

    Cadastre sua empresa:

    77 empresas cadastradas e aumentando ...
    • Aumentar fonte
    • Tamanho normal da fonte
    • Diminuir fonte
    Mercado
    12/06/17

    LIMPE

    Os cinco princípios base da administração pública esquecidos pelos nossos governantes


    por Ecio Morais

    Em seu discurso de posse o presidente Temer, parafraseando outro ex-presidente, Eurico Gaspar Dutra, afirmou: “quando me pedirem para fazer algo eu farei como o Dutra: o que é que diz o livrinho”? Livrinho, no caso, é a Constituição da República.

    Realmente está tudo lá. Tanto o caminho para vencermos a crise como os procedimentos para não mais entrarmos em uma. O artigo 37 da Constituição Federal de 1988, por exemplo, dispõe sobre os cinco princípios basilares da administração pública, cujas primeiras letras formam o acrônimo LIMPE.

    A Legalidade, segundo o qual o administrador público só pode agir conforme com a lei. Só pode fazer o que a lei lhe autoriza, ao contrario do cidadão comum que não é obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude de lei.

    A Impessoalidade conduz o servidor público a não se promover em vista de seu cargo, pois o mesmo atua em nome do interesse público.

    A Moralidade rege que o administrador deve trabalhar com bases éticas na administração pública.

    A Publicidade dispõe que tudo deve ser feito de forma legal e não oculta. A publicação dos assuntos é importante para a fiscalização da sociedade.

    A Eficiência pauta o administrador no dever de fazer uma boa gestão, de racionalizar procedimentos, de ser parcimonioso com o dinheiro público e obter a melhor relação custo/benefício. Com esse princípio, o administrador obtém a resposta do interesse público e o Estado possui maior eficácia na elaboração de suas ações.

    Se nossos homens públicos andassem com o “livrinho” de baixo do braço e pautassem seu comportamento de acordo os singelos princípios estabelecidos no artigo 37 da Constituição Federal, a politica Brasileira, certamente, seria mais LIMPA. 


    ÚLTIMAS NOTÍCIAS DE Mercado
    29/08/17

    Marketing de Luxo

    O que influencia no segmento de joias?

    14/08/17

    Dia dos Pais aquece as vendas

    Pesquisa aponta crescimento na venda de joias masculinas

    + Mercado
    COMENTÁRIOS